<-- home

Bem vinda Alice!!!

No dia 17/06 eu e a Viviane saímos de casa para o exame de cardiotocografia da Alice e quando chegamos na clinica Clinimagem, descobrimos que não era possível realizar os exames pois o aparelho estava com defeito. Resolvemos procurar uma nova clinica, mas enquanto decidiamos uma alternativa, a Viviane sofreu um pequeno acidente no banheiro do Bob’s.

Após comprarmos uma garrafa d’água na esquina da clinica, a Viviane sentiu vontade de ir ao banheiro e tinha um Bob’s na nossa frente e decidimos usar aquele banheiro, após esperar um tempo, a Viviane aparece dizendo que bateu com a porta na barriga, pois o banheiro que ela usou estava muito escuro. Quando olhei pra barriga, tinha um hematoma onde a porta bateu.

Com a preocupação da pancada ter afetado a Alice, corremos para a maternidade Carmela Dutra, quando chegamos ao local a médica de plantão fez o toque e ouviu o coração da Alice e tudo estava normal, quando ela viu a ultrassonografia, descobriu que a Alice estava ótima, mas a placenta estava bem gasta e que o melhor seria a internação da Viviane.

Antes da internação, realizaram o cardiotocografia e estava tudo certo com a Pequena. :)

Até o momento não estava definido pelos médicos qual seria o dia e o tipo de parto da Alice, a única certeza era esperar na recepção.

Assim que cheguei na recepção liguei para minha mãe, mas como estava com apenas 2% de bateria no celular, só consegui dizer que a Viviane estava internada na sala de pré-parto depois fiquei lendo, tentando não focar no que estava ali acontecendo. Depois de ler uns 40 páginas, aparece a minha mãe, meu padastro e minha tia, expliquei tudo o que aconteceu e conversamos por mais uns 30 minutos. Quando a minha tia, que mora no Meier, decide ir pra casa, pois não tinhamos noticias delas e ela imaginava que demoraria muito mais.

Depois de 15 minutos que ela saiu, o recepcionista da maternidade informa para eu subir para assistir o parto.

Quando ele deu a noticia, minha mãe imediatamente perguntou: Você vai conseguir assistir?, a minha resposta foi: Eu não perco essa oportunidade por nada na vida. Eu tinha que me dirigir ao 2o andar, mas com o nervosismo misturado a ansiedade, parei no 3o andar, quando cheguei no andar correto, coloquei a roupa do hospital e fiquei esperando alguém me chamar. Percebi que a sala do parto onde a Viviane estava era quase em frente a que eu estava. Ela estava deitada numa cama de operação, com o barrigão para cima e com alguns enfermeiros preparando-a para o parto. Quando ela me viu e notei que ela estava muito tensa, todo o meu nervosismo e ansiedade tinha que dar lugar a um sentimento de força, pois ela precisaria muito.

Quando me chamaram para assistir o parto, pensei que ficaria dentro da sala de operação, mas infelizmente fiquei do lado de fora, olhando por uma janela e assistindo o nascimento por completo da Alice.

Foi um parto super tranquilo, vi toda a operação, desde a marcação do corte até os médicos puxando a Alice pela cabeça e girando. Confesso que foi uma sensação maravilhosa, quando ela nasceu e deu o primeiro berro, eu parecia um atacante que fez o gol mais bonito da década aos 90 minutos do segundo tempo numa final de campeonato. Só não gritei, mas dei pulos de alegria, socos no ar e orações. Depois disso, o enfermeiro colocou a Alice num envelope de pano e me entregou para que eu fosse com ele para ela tomar o primeiro banho. A linguagem humana é muito pobre para expressar o sentimento que tive de segurar ela pela primeira vez e principalmente depois do primeiro beijo que dei nela. Fui com ele até um local, devolvi a pequena e depois ela veio limpinha, ainda embrulhada num envelope com uma toquinha branca dos Smurfs

Smurfs.

Voltei até a sala de parto e dali me despedi e só voltaria no dia seguinte para visita-las no pós-parto.

Quando voltei ao hospital para visitar as duas, a sensação que tive era de chorar e rir ao mesmo tempo.

A Alice nasceu no dia 17/06 às 17:10h com 47cm e 3.145kg de parto cesária na maternidade Carmela Dutra.

Elas voltaram pra casa no dia 20/06, A Alice está muito bem e a Viviane ainda se recuperando da cesária, mas a cada dia bem melhor.