<-- home

Pupila encharcada

Poesia que a Viviane Nonato fez pra mim.

Te amo tanto que minha carne estremece
arrancando minha púpila encharcada
apagando e abafando imagens que emergem nos dias de dor
acordo sempre na melodia de seus olhos castanhos tão claros de
certeza
pois és minha razão
pois és minha paz